Como Funciona o Tesouro Direto Selic

Você sabia que o Tesouro Direto Selic é um dos investimentos mais recomendados para novos investidores?

O Tesouro Direto Selic é um título de dívida emitido pelo governo. Isso significa que ao investir nele, você estará emprestando dinheiro ao poder público.

Essa é a principal função do Tesouro Direto para o emissor.

Para o investidor que busca aplicar com a flexibilidade de poder resgatar o dinheiro quando quiser, sem perda de lucro, o Tesouro Direto tende a ser uma boa opção.

Existem diversos tipos de títulos que são emitidos pelo Tesouro Nacional a fim de captar recursos no mercado. Eles podem ter uma natureza de curto prazo, como o Tesouro Selic, ou de médio e longo prazo, como esses a seguir:

  • Tesouro IPCA+
  • Tesouro Prefixado
  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais
  • Tesouro Prefixado com juros semestrais

A diferença entre um investimento com juros semestrais e um comum é que o primeiro paga um cupom de juros a cada seis meses com toda a sua rentabilidade acumulada.

O Tesouro Direto sem esse cupom paga todo o rendimento apenas no vencimento, tornando-o mais rentável devida à ação dos juros compostos (juros sobre juros).

O Tesouro Selic é um título emitido pelo Tesouro Nacional atrelado à Taxa Selic, a taxa básica de juros, que atualmente vale 5,5% ao ano (outubro de 2019).

O funcionamento do Tesouro Selic é parecido com o do CDB (Certificadode Depósito Bancário). Ou seja, você empresta dinheiro para o governo e recebe juros por isso.

Assim como acontece nos bancos, o Tesouro Direto também possui muitas versões.

As maiores atratividades neste tipo de investimento são a segurança e a lucratividade relativa. Os títulos são capazes de trazer um ganho 7 vezes maior que a poupança, como aconteceu em Abril de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *